Projeto Memória Ferroviária nas Semanas de Arqueologia da UNICAMP-SP e de Museus da UNIFAL-MG

Pesquisadores do Projeto Memória Ferroviária participaram no semestre passado em dois eventos brasileiros de relevância internacional: a II Semana de Arqueologia da UNICAMP-SP e a VII Semana Nacional de Museus da UNIFAL-MG.

Presentación1

A II Semana de Arqueologia teve lugar em Campinas/SP entre os dias 23 e 27 de março de 2015, promovida pelo Laboratório de Arqueologia Pública Paulo Duarte (parceiro PMF). O evento reuniu diferentes especialistas nacionais e internacionais que discutiram sobre diversas temáticas, dentro do marco teórico-prático “História e Cultura Material: desafios da Contemporaneidade”.

O Dr. Juan M. Cano Sanchiz (PMF) participou, junto com a Professora Dra. Cláudia Plens, na mesa redonda Arqueologia Industrial: novas vertentes da Arqueologia, com moderação pela Dra. Karla Fredel. Nessa sessão, Cano apresentou a palestra Cultura material, globalização e arqueologia da industrialização, onde o Complexo FEPASA de Jundiaí foi analisando, comparativamente com as minerações de cobre de Cerro Muriano (Córdoba, Espanha), como exemplo de rastro físico da globalização que pode ser estudado com metodologia arqueológica, conforme o pesquisador desenvolve em Jundiaí com apoio financeiro da FAPESP.

Os doutores Plens, Cano e Fredel, na mesa redonda (foto. C. Faccini)

Os doutores Plens, Cano e Fredel, na mesa redonda (foto. C. Faccini)

Além disso, a graduanda em Turismo (UNESP/Rosana) Letícia dos Santos Borges (PMF) defendeu seu projeto de Iniciação Científica (FAPESP) com o pôster Estação Barracão (Ribeirão Preto, SP): análise de preservação e usos do patrimônio industrial tombado.

A VII Semana Nacional de Museus na UNIFAL aconteceu em Alfenas/MG entre os dias 11 e 15 de maio de 2015. No evento, inserido nas ações da Política Nacional de Museus do Ibram, foi desenvolvida a temática proposta pelo ICOM “Museus e Patrimônios para uma sociedade sustentável”.

O Professor Dr. Eduardo Romero de Oliveira e o Dr. Juan M. Cano Sanchiz (ambos da equipe MF) participaram, junto com a Dra. Karla Fredel, na mesa redonda intitulada Patrimônio e Arqueologia para uma sociedade sustentável, moderada pelo Prof. Dr. Pedro Paulo Funari (LAP/UNICAMP). Oliveira apresentou o trabalho “A locomotiva do progresso”: vestígios materiais e memória da ferrovia paulista; enquanto Cano falou sobre O Complexo FEPASA em Jundiaí-SP: da Arqueologia para a rentabilizarão social.

Os doutores Fredel, Cano, Oliveira e Funari, na mesa redonda (foto: L. Carvalho)

Os doutores Fredel, Cano, Oliveira e Funari, na mesa redonda (foto: L. Carvalho)

Os pesquisadores do PMF também ministraram as oficinas Métodos de pesquisa histórica: fontes documentais em patrimônio material (Prof. Dr. Eduardo Romero de Oliveira) e Museus da Industria na Europa: modelos, práxis e casos (Dr. Juan M. Cano Sanchiz).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s