Resumo da I Jornada de Jovens Pesquisadores Memória Ferroviária

Na passada segunda-feira, 17 de abril de 2017, os jovens pesquisadores do projeto Memória Ferroviária se reuniram na Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp em Bauru para apresentar e discutir os resultados dos seus estágios BEPE (FAPESP) de pesquisa na Universidade de Sevilha (Espanha). A Jornada foi organizada pela mestranda Rafaela Rogato Rondon Silva.

DSC_8457

O professor Eduardo Romero de Oliveira, coordenador do projeto MF, inaugurou a reunião com comentários sobre a origen e desenvolvimento do MF e a pareceria com a Escola Técnica de Superior de Arquitetura da Universidade de Sevilha. Seguidamente, foram apresentados os seguintes temas: “Patrimônio cultural e industrial: reflexões sobre os conhecimentos teóricos e metodológicos referentes à preservação dos espaços urbanos” (Rafaela Rogato Rondon Silva), “Metodologias para Análise e Ferramentas para Interpretação de Espaços Industriais” (Ewerton Hernique de Moraes), “A tecnologia de georreferenciamento na identifcaçao e análise da infraestrutura turística de um patrimônio ferroviário” (Milena Meira da Silva) e “Diretrizes e práticas de preservação para o patrimônio industrial e ferroviário” (Priscila Kamilynn Araujo dos Santos).

DSC_8474

As discussões contaram também com os comentários dos pesquisadores Juan Manuel Cano Sanchiz, Ramón Mendez Andrés, Lucina Matos, Luis Gustavo Botaro e Lucas Mariani Corrêa, que participaram via Skype e Facebook.

Durante o período da tarde foi realizada a visita técnica ao complexo ferroviário de Bauru. Com a colaboração de Sérgio Losnak, membro do projeto e agente cultural do Museu Histórico Municipal de Bauru, foi feito um trajeto caminhando pela antiga via de trem entre a estação da Paulista e a estação da EFNOB.

DSC_8626

A visita teve como enfoque a antiga estação da companhia Paulista, vila ferroviária, via de trem e estação da EFNOB, onde foram discutidos aspectos relacionados aos conjuntos ferroviários, ao material rodante, a aplicação de ferramentas SIG e aos usos do patrimônio ferroviário.

DSC_8538

Durante a parte da tarde priorizou-se os comentários de toda a equipe desde os diversos pontos de vista sobre o espaço, atrelando as informações teóricas fornecidas no período da manhã com a realidade prática dos antigos espaços ferroviários inseridos em áreas urbanas da cidade.

DSC_8582

A visita terminou na área do Museu Ferroviário Regional de Bauru, onde foram apontados aspectos imateriais e materiais vinculados a ferrovia, bem como o seu uso cultural. Além de serem pontuados os elementos de contribuição do evento e da visita técnica para os participantes. Ainda nesse espaço foi realizado o encerramento do evento.

DSC_8491

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s