Estação Barracão (Ribeirão Preto, SP): análise de preservação e usos do patrimônio industrial tombado

Novo Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Turismo, UNESP/Rosana) desenvolvido no projeto Memória Ferroviária, sob orientação do Prof. Dr. Eduardo Romero de Oliveira e pela aluna Letícia dos Santos Borges.

Sin título

Resumo: Este trabalho visa analisar as condições atuais de preservação e os modos de reutilização do patrimônio histórico tombado, particular para fins turísticos ou de lazer da Estação Barracão em Ribeirão Preto (SP). Foi estabelecido como objetivo específico obter informações sobre os processos estadual e municipal de proteção e os agentes locais envolvidos no processo; verificar o estado atual de preservação, projetos de uso ou ações isoladas ao bem; verificar as políticas de preservação na cidade; e por fim comparar as condições e projeto de uso estabelecido para outro patrimônio industrial protegido na cidade (Cervejaria Paulista). Ao estudar a proposta de verificar seu uso atual, as formas de preservação ou difusão, torna-se necessário conhecer e entender as políticas públicas de preservação, incluindo as estratégias de reutilização. Isto porque através delas se busca o planejamento das atuações e fases a serem seguidas ao longo de um processo de intervenção em áreas a serem preservadas. Em termos metodológicos pretendeu-se buscar documentos de proteção legal nos órgãos de preservação estadual e municipal em um primeiro momento, para assim realizar entrevistas com gestores públicos e funcionários de secretaria de turismo e cultura e o departamento de patrimônio da cidade. Foram utilizadas fichas sobre intervenções e avaliação da infraestrutura turística do local para a atividade em campo. Fez-se o levantamento de projeto de novo uso da antiga Cervejaria Paulista, bem industrial tombado, para fins de comparação e após as pesquisas e coleta de dados foram sintetizados os resultados obtidos, evidenciando as aquisições, indicando as limitações e as considerações do estudo. Espera-se que o trabalho seja um facilitador da transmissão de informações sobre o valor histórico do patrimônio e também permita refletir se seu uso turístico contribui para difusão e preservação do mesmo.

Palavras-chaves: Patrimônio industrial; patrimônio ferroviário; memória; São Paulo; Estação Barracão.

 

TEXTO COMPLETO (PDF)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s