Parceiros

O Projeto Memória Ferroviária (PMF) é desenvolvido na UNESP com apoio financeiro da FAPESP.

Sua equipe de trabalho está composta por vários professores e estudantes da UNESP, vinculados ao curso de Turismo do Campus de Rosana, ao Departamento de História da FCL/Assis e ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da FAAC/Bauru. Também por outros pesquisadores e colaboradores procedentes de outras instituições, como o Centro Paula Souza (FATEC/Jundiaí). Ao mesmo tempo, PMF se articula com outros projetos afins dirigidos por equipes distintas, como o Catálogo de Patrimônio Industrial Tombado no estado de São Paulo (Dra. Cristina Meneguello, da UNICAMP) ou o projeto Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, Km 0 (Dr. Nilson Ghirardello, da UNESP/FAAC), entre outros.

PMF conta com o respaldo do Laboratório de Arqueologia Pública Paolo Duarte, da UNICAMP, para desenvolver um programa pioneiro de Educação Patrimonial em relação com o patrimônio industrial e ferroviário. Também com algumas instituições museográficas, especialmente com o Museu da Companhia Paulista em Jundiaí e com o Museo del Ferrocarril Madrid-Delicias (Espanha).

Outras instituições vinculadas, de maneira direta ou indireta, ao PMF são: UPPM/Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo, Arquivo Público do Estado de São Paulo, IPHAN, CONDEPHAAT, e UPPH/Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo, entre outras.

Finalmente, PMF é um projeto de forte vocação internacional, como refletem os convênios estabelecidos com as Universidades de Tucumã (Argentina) e Sevilha (Espanha), assim como a Fundación de los Ferrocarriles Españoles, também na Espanha. A esta rede internacional de pesquisadores foi agregado recentemente o Ironbridge International Institute for Cultural Heritage, instituição vinculada a Universidade de Birmingham (UK).

parceiros

Anúncios