Resumo da oficina “Abordagem e valorização do patrimônio”

Durante os dias 18 e 19 de abril de 2017 as pesquisadoras Priscila Kamilynn Araujo dos Santos e Rafaela Rogato Rondon Silva, do projeto Memória Ferroviária (MF), ministraram a oficina “Abordagem e valorização do patrimônio” na cidade de Bauru. A atividade foi planejada como forma de difundir aos membros da equipe os conhecimentos obtidos durante um minicurso financiado as alunas pelo MF/FAPESP (processo 12/11259-2), organizado pelo Laboratório de Arqueologia Pública (LAP) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e ministrado pelo Dr. Neil Silberman e pela Dra. Angela Labrador docentes da Universidade de Massachusetts Amherst/USA.

20170419_083737

Continuar lendo

Visita técnica multidisciplinar em Guanabara (Campinas)

Pesquisadores do projeto Memória Ferroviária reuniram-se no dia 18 de julho, 2016, no antigo complexo ferroviário da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro em Guanabara, Campinas-SP. O objetivo da reunião foi testar e aprimorar o novo modelo de trabalho de campo multidisciplinar em desenvolvimento pelo projeto Memória Ferroviária.

1

Continuar lendo

PMF nas Jornadas de Patrimônio Ferroviário (UNICAMP) e na XXXII Semana de História da UNESP/Assis

Pesquisadores do Projeto Memória Ferroviária se reuniram na UNICAMP no passado 19 de outubro de 2015 com motivo da celebração das Jornadas de Patrimônio Ferroviário, que foram organizadas pelo professor Pedro Paulo A. Funari, com promoção do Laboratório de Arqueologia Pública “Paulo Duarte” (LAP/UNICAMP).

Uma parte dos participantes nas Jornadas, ao finalizar o evento

Uma parte dos participantes nas Jornadas, ao finalizar o evento

Continuar lendo

Projeto Memória Ferroviária recebe a visita do pesquisador espanhol Ramón Méndez Andrés

Ramón Méndez Andrés é doutorando pela Universidade Autônoma de Madri (Espanha) sob orientação dos doutores José Luis de los Reyes y Domingo Cuéllar Villar (membro da Equipe MF). Sua área de pesquisa é a Educação Patrimonial, que tem como objetivo compreender os aspectos educativos em torno do patrimônio cultural. Na suas pesquisas, o Ramón trabalha para atingir duas metas: conhecer os vínculos entre a escola e o patrimônio ferroviário, e desenvolver propostas de valorização do patrimônio industrial por meio da apropriação cidadã dos bens culturais e do uso dos bens como recurso numa educação interdisciplinar.

Ramón Méndez

Continuar lendo