[Equipe MF em campo] Workshop metodologias em Louveira-SP

Os últimos dias 30 e 31 de agosto foram repletos de aprendizado para a equipe do projeto Memória Ferroviária. Em meio ao complexo ferroviário de Louveira-SP, o grupo de estudos promoveu discussões e reflexões acerca da construção de possível metodologia multidisciplinar para se trabalhar com o patrimônio ferroviário.

Com a participação dos diferentes integrantes do projeto, com instituições sedes em distintas cidades do estado de São Paulo, como Rosana, Assis, Bauru e Campinas, a reunião na Estação de Louveira propôs, em um primeiro momento, a apresentação de metodologias de pesquisa adotadas em cada núcleo temático de pesquisa do pMF.

Os núcleos divididos em Núcleo de Educação Patrimonial, Núcleo de Turismo, Núcleo de História e Núcleo de Arqueologia, apresentaram seus métodos específicos de análise do patrimônio ferroviário. Nessa atividade foram explanadas diferentes técnicas, como a de georreferenciamento, entrevista e pesquisa documental. Diante do conteúdo apresentado, a proposta foi reconhecer quais metodologias possuem características comuns entre os diferentes núcleos, seja através de termos, métodos e/ou objetos de estudo, a fim de orientar a visita a campo realizada na sequência dessa primeira atividade.

DSC_0899

Depois de reconhecidas as metodologias em comum, a equipe foi dividida em grupos temáticos para o levantamento experimental de campo.

DSC_1017

O complexo ferroviário de Louveira foi o local escolhido para a realização do workshop metodologias. Foto: Evandro Nogueira, 2018.

O segundo dia de atividades foi iniciado com a exposição dos principais termos identificados por cada integrante da equipe através da visita a campo, a fim de realizar uma nova subdivisão do grupo. Essa nova subdivisão esteve pautada em três diferentes maneiras de se trabalhar os resultados alcançados até então, sendo a apresentação por meio da escrita, fotografia e mapas, todos esses utilizando-se o complexo ferroviário de Louveira e seu entorno como objeto de estudo.

WhatsApp Image 2018-08-31 at 17.48.15

Um dos resultados apresentados pela equipe de abordagem através da escrita propôs a divisão dos termos em conjuntos.

A apresentação de resultados sob as três mencionadas perspectivas permitiram refletir sobre a possibilidade de integração de metodologias de pesquisa sobre o patrimônio ferroviário, esse entendido através de uma gama multidisciplinar de valorações e consequentes possibilidades de reativação.

WhatsApp Image 2018-08-31 at 17.48.15 (2)

Resultado apresentado pela equipe de representação através de mapas.

Anúncios

[III JJP] Chamada de trabalhos

Nesta segunda-feira (27/08) se inicia o prazo para a submissão de resumos a III Jornada de Jovens Pesquisadores que ocorrerá nos dias 28 e 29 de março de 2019.

A III JJP visa ampliar o debate sobre questões que se mostraram relevantes para os estudos históricos e patrimoniais sobre bens ferroviários no Brasil. O seminário é direcionado a jovens pesquisadores da pós-graduação e graduação que tomaram as ferrovias como tema de pesquisa acadêmica sob perspectivas das diversas áreas científicas, além do público geral ouvinte.

2 BANNER - Inscrição

O evento faz parte das atividades de difusão científica dos resultados da equipe de professores e orientandos do Projeto Memória Ferroviária (2016/15921-2) sobre patrimônio industrial e história ferroviária.

Convidamos a todos para que enviem seus trabalhos e participem da Jornada que contemplará apresentações, conferências, visitas monitoradas e proporá discussões que levem à abordagem crítica.

Saiba mais sobre as temáticas que serão trabalhadas durante a III JJP

Clique para saber mais sobre as normas de submissão de trabalhos

Se inscreva na III JJP

O prazo para submissão de resumos se encerra no dia 26 de outubro de 2018.

Para mais informações consulte a aba da JJP aqui no Blog ou entre em contato pelo e-mail projetomemoriaferroviaria@gmail.com.

Resumo do roteiro “Passado e Presente: conexões nos trilhos da CPTM”

O roteiro “Passado e Presente: conexões nos trilhos da CPTM” foi uma proposta apresentada pelo pMF, a partir de Ewerton Henrique de Moraes, com colaboração de Evandro Nogueira Santana Junior e Milena Meira da Silva. O roteiro ocorreu no dia 18 de agosto em meio a Jornada do Patrimônio de São Paulo, realizada nos dias 18 e 19 de agosto, através do Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo.

Para situar o diálogo que abordou a riqueza do patrimônio ferroviário e curiosidades sobre a operação dos trens, o local escolhido para contar parte desta história foi o pátio ferroviário e a Estação da Luz. Ademais da beleza arquitetônica, buscou-se além de discutir sobre o conjunto ferroviário, visitá-lo. Lá foram vistos alguns trens históricos e uma bela paisagem.

IMG_20180818_105737789_HDR

Estação da Luz em São Paulo. Foto: Milena Silva, 2018.

IMG_20180818_112354604_HDR

Oficina de manutenção de locomotivas. Foto: Milena Silva, 2018.

A visita teve início às 08h30 do dia 18 de agosto no saguão principal da Estação da Luz. Nessa primeira etapa houve a apresentação dos 21 participantes do roteiro. Em meio ao tema “passado e presente”, o guia de turismo Ewerton Moraes atentou o grupo quanto aos vestígios da São Paulo Railway e RFFSA, tudo isso, em meio aos logos e comunicações da CPTM. Tratando-se, portanto, das antigas e atual administradoras do conjunto ferroviário.

2018-08-20 at 10.42.24

Participantes do roteiro “Passado e Presente: conexões nos trilhos da CPTM” no saguão principal da Estação da Luz. Foto: Evandro Santana, 2018.

Em seguida os participantes foram direcionados a entrada da estação (Museu da Língua Portuguesa). Neste percurso foram feitas breves menções ao contexto cultural da Luz (atual). O Mapa dos Transportes Metropolitanos, como um elemento do presente, serviu de apoio as discussões sobre as empresas que deram origem à CPTM e quais eram os destinos destas linhas no passado.

As questões operacionais foram abordadas logo ao entrar na Estação da Luz. Destacou-se a quantidade de pessoas que passam por ali diariamente, na média de 500 mil. Pelo corredor, o guia chamou atenção quanto a obra da artista Maria Bonomi. Nesta obra denominada “Epopéia Paulista” a artista remete aos elementos ligados ao processo de migração em São Paulo, principalmente às referencias do Nordeste do país, além dos curiosos tipos de objetos deixados na sessão de “achados e perdidos” da CPTM. A abordagem nesse trecho se relacionou ao tempo (cotidiano), sob o questionamento: Quantas pessoas param para ver a obra?

Na plataforma central foi possível verificar o KM Zero, ou seja, o ponto de partida de todas as linhas da CPTM (operação). Avançando pela plataforma (área restrita), o grupo teve acesso ao pátio ferroviário. Neste local as discussões estiveram voltadas as questões da operação e manutenção da frota de trens. Na Locobreque (máquina que trabalhou no sistema funicular de Paranapiacaba) foi retomada as discussões sobre o passado e presente. Deste ponto é possível visualizar a Estação Júlio Prestes.

2018-08-20 at 10.42.24 (1)

Participantes do roteiro “Passado e Presente: conexões nos trilhos da CPTM” na Estação da Luz. Foto: Evandro Santana, 2018.

 

2018-08-20 at 10.42.25

Participantes do roteiro em frente a Locobreque da SPR com a Estação Júlio Prestes  ao fundo. Foto: Evandro Santana, 2018.

A visita foi finalizada no auditório da Associação dos Engenheiros da EFSJ, ambiente no qual foi possível abrir as discussões para demais questionamentos e dúvidas relacionadas ao tema tratado no roteiro.

XXXIV SEMANA DE HISTÓRIA: DIREITOS E DEMOCRACIA

A XXXIV Semana de História: direitos e democracia, realizada  pelo Departamento de História, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Ciências e Letras de Assis (UNESP/Assis), ocorrerá dentre os dias 15 e 18 de outubro de 2018 na Unesp de Assis.

Semana de História

O tema da XXXIV Semana de História será as trajetórias e perspectivas da Declaração Universal dos Direitos Humanos e da Constituição Cidadã.

As inscrições podem ser realizadas diretamente pelo portal de eventos da instituição. Para mais informações sobre o evento consulte sua página oficinal na Unesp de Assis.

pMF no Boletim TICCIH

O projeto Memória Ferroviária foi mencionado no 81º boletim do The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH – Comitê Internacional para Conservação do Patrimônio Industrial). Em artigo intitulado “Historic Railway Research”, nas páginas 9 e 10 do boletim estão explicitadas as informações sobre as pesquisas desenvolvidas pelo pMF, apresentando apontamentos sobre a pesquisa  e preservação do patrimônio ferroviário no Brasil.

Não deixem de acompanhar o trabalho desenvolvimento pelo Memória Ferroviária através da plataforma institucional do projeto, e as novidades em nossa página no Facebook.

Biblioteca Temática Memória Ferroviária

A Biblioteca Temática Memória Ferroviária é uma iniciativa da equipe MF a fim de reunir e compartilhar estudos e documentos sobre a história das ferrovias em São Paulo e de sua preservação. Desenvolvida no Zotero, software livre de gestão e compartilhamento de referências eletrônicas, é possível acessar a biblioteca de forma gratuita e sem cadastros.

Biblioteca MF

Biblioteca Temática Memória Ferroviária no site oficial do projeto Memória Ferroviária na Unesp

Para acesso ao seu conteúdo, consultem a aba “Biblioteca Temática Memória Ferroviária” no site oficial do projeto Memória Ferroviária.

Jornada do Patrimônio. Roteiro – Passado e Presente: conexões nos trilhos da CPTM

Estação Luz

As linhas da CPTM guardam paisagens e edifícios que nos remetem ao final do século XIX e a história da primeira ferrovia de São Paulo. Tudo isso, em meio ao atual cenário agitado e dinâmico dos transportes. Neste roteiro veremos essa mescla entre passado e presente durante uma visita monitorada na Estação Luz. Propomos uma leitura com destaque ao conjunto ferroviário e curiosidades sobre o sistema de transportes. Conheça o KM zero das linhas de São Paulo, a dinâmica de trabalho em uma estação, trens e locomotivas que atenderam essa ferrovia, entre outras surpresas. Embarque na Jornada do Patrimônio!

ATENÇÃO!
As inscrições serão recebidas UNICAMENTE pelo link (entre os dias 01 e 08/08) e confirmadas por e-mail (até 10/08). O roteiro é gratuito e as vagas serão preenchidas conforme a ordem de inscrição (20 vagas).

Conheça outros roteiros e informações em:
http://jornadadopatrimonio.prefeitura.sp.gov.br/

Gravações da II Jornada de Jovens Pesquisadores

As gravações da II Jornada de Jovens Pesquisadores já se encontram disponíveis para visualização através do seguinte link.

II JJP

A II JJP foi realizada nos dias 23 e 24 de março na Universidade Estadual Paulista (UNESP) em Bauru-SP. O evento organizado pelo projeto Memória Ferroviária visou promover o compartilhamento de trabalhos e discussões relacionadas a temática ferroviária.

As gravações foram realizadas pela  FAAC webTV.

Fiquem atentos ao BLOG MF e a página do pMF no Facebook pois em breve traremos novidades…